POR:

WAGNER MANSOLELLI

segunda-feira, 26 de maio de 2008

SONHO DE CRIANÇA (OU SEU FIM)

Um dia se acorda e se vê que não há mais infância

Que o cuidado já não existe,

Que as coisas perderam o brilho,

Nesse momento da um frio na barriga,

Uma vontade de chorar.

Nesse momento vemos que a vida não é sorriso

Que os momentos não são mágicos,

Uma escuridão brota dentro de nós.

Os lamentos inevitáveis nos pegam a laço,

O choramingo dá lugar aos ais de dor

Os brinquedos perdem a graça,

Os pic escondes da vida se tornam fugas,

E pronto to adulto,

To passado,

To enrascado,

E lá vou eu não mais a brincar,

Só sofrer !!!!

Um comentário:

varda disse...

gosto de seus poema..e principalmente o fato de vc usasr imagens para expressa-los visualmente...ateh mais

by aislin